Maio, mês mariano: a devoção católica à Virgem Maria

Maio é para os católicos um mês especial. O chamado “mês mariano” ficou conhecido por concentrar diversas celebrações voltadas para honrar a Virgem Maria, mãe de Jesus. Durante o período, os fiéis católicos celebram fervorosamente as devoções ligadas à Santíssima Virgem e aproveitam para se inspirar em todos os exemplos deixados por ela: a santidade, a obediência a Deus, o amor materno e a fé inabalável.

A origem do mês mariano

mes mariano Por volta do século XII, a Igreja Católica instaurou a tradição do “Tricesimum”, que era uma devoção praticada durante 30 dias à Maria. Mas a ideia de um mês exclusivo, com exercícios espirituais diários e celebração das devoções à Mãe de Deus, remonta ao século XVII. Maio foi escolhido como mês mariano por ser a primavera na Europa. Nesse período, as flores estão desabrochando, sendo essa uma maneira de reverenciar Maria Santíssima como a mais bela flor do jardim de Deus.

As formas de celebrar o mês mariano

São muitas as maneiras adotadas pelos fiéis para honrar a Virgem Maria. As paróquias têm o hábito de celebrar missas devocionais, rezar o rosário, fazer procissões, quando oportuno, e preparar um momento que se tornou uma belíssima tradição: a coroação da Virgem Maria. A coroa costuma ser ornamentada com flores que representam a pureza, a beleza e todas as virtudes de Maria. É uma forma de incentivar os fiéis a se esforçarem para ser como ela. mes mariano Como a devoção do mês mariano não é exclusiva do ambiente paroquial, é próprio que os lares – verdadeiras igrejas domésticas – também a acolham, buscando a participação, em família, da vida na Igreja. Os momentos de oração em família são ocasiões especiais para desenvolver a fé e pedir à Virgem Maria proteção para os filhos, além de incentivar a devoção à Mãe de Deus.

Os benefícios da celebração do mês mariano

A devoção à Virgem Maria é uma fonte infinita de graças. Ao celebrar o mês mariano, um dos grandes benefícios obtido pelo devoto está em reconhecer a Virgem Maria como aquela que nos leva ao seu Filho, para que tenhamos nossas vidas mudadas por Ele. E como mãe dos seres humanos (Jo 19, 26-27), Nossa Senhora também nos protege e intercede pelo nosso bem. Ela é a Mãe que nos acompanhará até o dia do encontro glorioso com o Senhor.   Vivenciar o mês mariano é uma oportunidade para os católicos se aproximarem da Virgem Maria e, por consequência, de Jesus também. Ela sempre esteve presente em todas as etapas da vida de Jesus, sendo um exemplo mostrado por Deus de uma mãe zelosa e dedicada. Todo o amparo que as pessoas necessitam para seguir suas vidas nos caminhos do Senhor pode ser encontrado ao buscar a Virgem Maria. Ela leva alegria aos lares, onde, muitas vezes, pais aflitos não têm a quem recorrer: é aí que Maria Santíssima surge como a Rainha do lar, sendo ânimo para a família cristã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *